Agropress

  • agropress@agropress.com.br
  • (51) 3022-6846

Blog

Você já viu o pêlo no ovo?

Nelson Moreira*

Em pouco mais de três anos aquilo que era mostrado como uma tendência virou, na verdade, uma avalanche e como um rio caudaloso, arrastou muita gente de roldão para as profundezas do não saber o que fazer com as novas formas de comunicação, chamadas Redes Sociais. Toda a novidade leva um certo tempo para ser absorvida, apreendida e utilizada na sua plenitude. E as redes sociais são um bom exemplo disto.

Quando Zukeberg criou o Facebook, talvez tivesse uma fagulha de suspeita do que esta ferramenta poderia se tornar. Por conseqüência as outras redes, já entraram no mercado vendo o potencial e o que as pessoas queriam; conectar-se rapidamente com sua rede de amigos, familiares e conhecidos.

Mas ok. Esta é a realidade agora. E o que fazer com isto? Muitos gurus das redes sociais diziam que se sua empresa não está no Face ela não existe, está morta. A partir daí, criou-se uma ambiente de angústia nas empresas e todas saíram em busca de um especialista que os colocasse no mundo digital, no ambiente das redes sociais. Feito isto, o stress passava e os nervos se acalmavam.

Só que o processo não termina aí. Aliás, apenas começa. Este movimento das redes sociais foi muito semelhante ao que aconteceu quando surgiu a internet e, com ela a possibilidade de a sua empresa ter uma vitrine neste meio, os chamados sites. Virou febre e todo o mundo queria ter um site, um e-commerce, uma forma de se comunicar com seu público. E de novo, as empresas criaram os sites, mas não os atualizavam. Virou um recurso humano e financeiro investido, sem qualquer interação com as pessoas, um recurso desperdiçado.

Na verdade, todos estes movimentos ensinam, para quem olha de forma mais atenta que sites, redes sociais, chats, youtube, são meios para comunicar a informação da sua empresa. E como tal, devem ter uma estratégia bem elaborada para surtir o efeito desejado. Na realidade, são ferramentas da Comunicação do Marketing, que devem fazer parte de um plano estratégico de marketing, onde serão definidos por quais meios e como, serão disseminadas as mensagens que a sua empresa deseja enviar. Como ela vai fazer para estabelecer um relacionamento positivo e virtuoso com seu público alvo, não só para mantê-lo fiel, como para conquistar novos.

É importante estar no mundo digital, nos dias de hoje? É, sem dúvida, mas antes é preciso se perguntar e encontrar a resposta do porque estar, para que estar e onde estar. E esta é uma função dos gestores de marketing das empresas. É preciso que eles também entendam que gestão de rede social, faz parte do processo de marketing digital que faz parte do plano estratégico de marketing da empresa. Nada pode ser visto de forma desconectada, com o risco de afetar seriamente a comunicação do seu marketing que foi arduamente elaborado para a empresa.

Se tudo for montado como um Frankenstein, sua comunicação vai sair truncada e corre o sério risco de seu público não entender a sua mensagem. E uma vez que a mensagem chegou truncada ao seu público, vai custar muito esforço para desfazer a má impressão que ela causou. E parafraseando Chacrinha, o velho guerreiro: “Quem não se comunica , se trumbica”. 

*Jornalista com Especialização em Marketing e MBA em Marketing Digital. Diretor da Agropress Marketing e Comunicação

Leia também

Não adianta vender “o Brasil", precisamos vender “do Brasil”

Não adianta vender “o Brasil", precisamos vender “do Brasil”

Publicado 20/09/2019leia mais
Você já viu Ministro da Agricultura correr de trator? Eu vi.

Você já viu Ministro da Agricultura correr de trator? Eu vi.

Publicado 15/07/2019leia mais
Por que as empresas não entendem comunicação?

Por que as empresas não entendem comunicação?

Publicado 15/07/2019leia mais
Mais conectividade, melhor gestão, maior produção

Mais conectividade, melhor gestão, maior produção

Publicado 15/07/2019leia mais

Fale conosco

Entre em contato com a Agropress

logo agropress

Endereço: Av. Osvaldo Aranha, 1376 s.103 Cidade: Porto Alegre – RS

  • agropress@agropress.com.br
  • (51) 3022-6846
Desenvolvido por:
Agropress / Todos os direitos reservados 2019